A arte é bela e a vida sem ela não tem sentido! Existe sensação melhor do que criar?

Sábado, 19 de Abril de 2008
Há tecnicas e há técnicas!!!
Sinceramente não entendo o estado da arte actual (e do publico de arte). Quando um artista pinta ou desenha com alguns erros técnicos é acusado de amador, de naif , de inexperiente, etc. . Curiosamente já me aconteceu várias vezes o inverso. Já ouvi imensas vezes o comentário: "Você colou fotografias na tela!" na ultima vez que isso aconteceu eu respondi que não, que é tudo pintura e o individuo continuou a teimar que era fotografia e que eu ando a enganar o publico! Que estupidez, se não se sabe pintar é porque não se sabe, se se pinta bem é porque se está a enganar o publico.
Será que não se pode fazer figuração com um mínimo de qualidade? Será que os pintores realistas são tão poucos que são apelidados de "fraudes"? Continuo a não entender como se valoriza tanto esses "pseudo-artistas" abstractos e ditos conceptualistas que muitas das vezes nem sequer sabem desenhar, pintar e nem têm conhecimentos de história da arte. Há uns tempos atrás até conheci um "pintor" que pinta uns Pollocks " e que me disse: "A minha pintura é de carácter conceptual!" São tão abstractos e tão inovadores que muitas vezes não se apercebem que são uma cópia ranhosa " de artistas que já tiveram momentos de glória no passado. Conceptual? Uma obra conceptual será algo bastante pensado e ponderado. Será uma pintura planeada à máxima exaustão, ou como nos anos 70, será uma obra em que a intenção é 99% mais importante que o objecto artístico . Curiosamente o mercado (galerias, coleccionadores, etc. ) continuam a fechar-me as portas ou abri-las muito pouco. Alguma coisa está mal e não acredito que seja eu. A minha pintura não tem nada de magnifico, mas sei o que estou a fazer e porque o estou a fazer.
Para terminar devo acrescentar que o publico estrangeiro me tem apoiado bastante e tem gostado muito da minha pintura


publicado por miguelfazenda às 14:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quarta-feira, 2 de Abril de 2008
Fim de um novo ciclo!

Normalmente depois de uma exposição costumo questionar todo o meu trabalho e fazer algumas alterações. Depois de três individuais em simultâneo chegou a hora de fazer um balanço do meu trabalho. Vamos ver o que vai surgir. Vou aproveitar parte das novidades que introduzi este ano (dípticos, desenho, cores vivas) e provavelmente vou voltar com as multidões (People ) do ano passado. Gosto bastante de fazer solidões e melancolias, mas neste momento apetece-me mais alegria.

 

www.miguelfazenda.com.sapo.pt

 

 

 

 

Visitem o meu site



publicado por miguelfazenda às 19:44
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007
Cuidado com o "gato por lebre"
Neste blog tenho referido as vantagens de comprar obras de arte, para as pessoas terem cuidado com o que compram, etc.
Todas as pessoas que conhecem um pouco de história da arte sabem que muito pintores que hoje são famosos e que o seu trabalho é reconhecido, em vida chegaram a passar fome e eram considerados malditos. Mas na sua vida nunca abdicaram do que era mais precioso para eles: A veracidade da arte. Se é verdade que à uns séculos atrás o pintor era mestre e tinha vários assistentes (aprendizes) que realizavam parte das suas pinturas, já à muitas dezenas de anos que o artista é reconhecido pelo seu trabalho a solo. Era ridículo se Van Gogh tivesse pintado os “girassóis” a meias com outra pessoa, ou que a “Guernica” de Picasso tivesse sido pintada pelos seus pupilos. Estou a dizer isto porquê? Tenham cuidado com o que compram. A arte (genuína) valoriza com o passar do tempo, mas a arte que não presta, nunca vai valer nada. A mim não me incomoda ver pessoas a comprar pinturas no IKEA ou numa loja de móveis, ou numa feira, sabendo que aquilo é pintado numa fábrica por várias pessoas. Tem o seu valor decorativo, mas não tem qualquer valor artístico. Estou a escrever isto porque existem por aí certas pessoas que se intitulam de “artistas plásticos”, mas não passam de “charlatães” e “aldrabões” que fazem tudo para ganhar uns Euros à custa das pessoas de boa fé. Artista que é artista tem dignidade e não faz “parcerias” a pintar telas, a não ser que seja trabalho de grupo assinado por duas pessoas. Tenham cuidado quando encomendarem retratos e outro tipo de telas. Não comprem “gato por lebre”.


publicado por miguelfazenda às 22:24
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Quinta-feira, 9 de Agosto de 2007
Retrato a óleo

 

Acabei hoje este retrato que me encomendaram na Segunda-feira.

 

Encomende já o seu retrato a óleo com o formato 50 x 40 cm, por apenas 150€  (só uma cara e com o fundo simples. Por cada cada cara extra 50€.)

 

Como podem reparar, o preço é bastante barato. Aproveitem.

Podem ver o portfólio e os contactos em: www.miguelfazenda.com.sapo.pt

 



publicado por miguelfazenda às 18:43
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Há tecnicas e há técnicas...

Fim de um novo ciclo!

Cuidado com o "gato por l...

Retrato a óleo

arquivos

Dezembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Março 2009

Setembro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

tags

todas as tags

links
Contador
Hit Counter
HTML Hit Counter
blogs SAPO
RSS